segunda-feira, 26 de julho de 2010

O beijo das sobras de Richelle Mead


Até semana passada eu não fazia idéia desse livro. Foi quando a Giuliana do blog Amount of words me indicou esse livro que faz parte da série Academia de Vampiros. Eu realmente não estava muito afim de ler outro livro sobre vampiros, mas como a Giuliana tambem me indicou indiretamente o livro City of Bones, que eu simplesmente amei, eu resolvi confiar mais uma vez nela.

E não me arrependi. Eu disse antes, no outro post que estava um pouco cansada dessa temática romance sobrenatural, mas esse livro é diferente.

Para entender o livro é preciso ter em mente que há dois tipo de vampiros, os Moroi (bonzinhos) e os Strogoi (maus). E os Dhampir, que são meio vampiros, meio Moroi e que tem como função proteger os Moroi dos Strogoi.

E assim começa o livro, que tem como personagem principal Rose, uma damphir que tem que proteger a Pincesa Lissa, uma Moroi. As duas retornam a Academia (uma espécie de escola para damphirs e moroi), depois de passarem quase dois anos fugindo.

Voltar a rotina para as duas meninas não é nada fácil, principalmente com os treinamentos de Rose e os acontecimentos estranhos na Academia.

O livro é fácil de ler, e tem duas coisas que eu adoro. Suspense e romance. A rotina na Academia é muito semelhante a da escola, então a gente se depara com problemas como popularidade, levar bronca do professor, passar bilhetes, além de tudo há as festas e muita azaração.
Sem deixar de lado os problemas adolescentes, nos deparamos com uma personagem forte e marcante.

Rose é uma personagem a parte. No começo eu não entendia muito bem sua necessidade de proteger Lissa acima de tudo. Mas ao longo da leitura eu passei a admirar sua coragem e amor pelos outros. Ela não tem medo de se arriscar e faz de tudo para ser sempre a melhor. As vezes ela é arrogante e impulsiva, mas ninguém é perfeito.

O romance não fica de lado no livro. Ele tem exatamente o tipo de romance que eu gosto, ele aparece aos poucos de acordo com as circunstancias, não é algo que surge do nada. Não é o centro do livro, mas faz parte do coração da história. Temos aqueles romances e também as conquistas tipicamente adolescentes.

Um ponto para o Dimitri, o homem do livro. Acho que ele ainda não foi explorado, mas já conquistou meu coração., com cenas que uh-la-lá. Nos outros livros eu tenho certeza que ele será mais importante.

Bom, estou me segurando pra não ler a série de uma vez. Mas logo, logo pego o segundo volume e resenho aqui depois que ler.

Um comentário:

Ludmila Aline disse...

Esse livro realmente é muito bom! o primeiro de 7, e somente dois lançados aqui =/ o que é uma pena.

boa resenha :D

Related Posts with Thumbnails