domingo, 12 de dezembro de 2010

Essa Semana …#14 (Meme Literário)


Essa Semana...
Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!

Tentando aproveitar a minha primeira semana de férias da faculdade!!!

Leitura do momento:
Going too Far – Jennifer Echols


Li essa semana:
Halo – Alexandra Adornetto
Amy & Roger’s Epic Detour – Morgan Matson

Resenhei essa semana:
Halo – Alexandra Adornetto
Amy & Roger’s Epic Detour – Morgan Matson


Ultima Compra:
Compras de Natal!!! Amooo *.*
Suzane Collins: The Hunger Games, Catching Fire, Monckingjay
Beijada por um anjo 1 e 2  - Elizabeth Chandler

Compras

Desejo Comprar Urgentemente:
Não posso desejar nada…. =/
Ok. Eu vi Torment em hardcover naLivraria Cultura ontem. Fiquei com a mão coçando pra comprar.

Conversa imaginária com personagem fictício:
”Bethany querida, deixa eu te apresentar uma pessoa. Talvez você teha ouvido falar dela,, Bella Swan. Acho que vocês se darão bem.” Para Bethany e sua paixão obsessiva em Halo.

Eu falaria para o autor: 
Morgan, me diz que você escreverá outro livro de Road Trip!!! – PAra Morgan Matson de Amy and Roger’s Epic Detour.

Estado de Espirito Literário:
EU QUERO UMA ROAD TRIP!

Literary Crush (paixão literária do momento):
Roger

♥ Feito da Semana:
Recuperar as horas de sono que eu perdi ao longo de um semestre inteiro. Ou seja essa semana eu dormi muitoooo!

Queria ver no Brasil:
Tantos livros. Mas Amy and Rogers epic detour para as pessoas que não leem em portugues terem a mesma oportunidade de curtir uma grande história.

Im in mood for... (gênero literário do momento):
Road Trip!!! hahaha YA Books!

♥ Super Quote:

“But since I’ve been out here, on this trip … it’s like I’ve started to remember what it’s like. To feel alive. To feel
anything. And all I’m saying is that you never know how much time you have.” Amy and Roger's Epic Detour.
 

Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Porque eu vi as Cronicas de Narnia essa semana e eu precisa dizer. Ben Barnes como Principe Caspian IRRESISTIVEL!!!!

Amy & Roger’s Epic Detour de Morgan Matson

AMY_AND_ROGERS_EPIC_DETOUR_1274402708P
Resolvi ler esse livro depois de ler os super empolgados comentários da Giu Fernandes do Blog Amount Of Words, porque eu já aprendi a ouvir as indicações de livros delas são sempre ótimas!

Dificuldades a parte para achar o livro… Eu preciso dizer ele é Soooo Amazing!!!!! Vale a pena ser lido, ele é tão bom e representa tantas coisas em suas páginas que vai ser impossivel ao menos tentar transmitir as diversas sensações que eu tive ao longo do livro. E foram diversas, da alegria ao choro.

O pai de Amy morreu recentemente, e desde o acontecido a vida de Amy não é mais a mesma. Agora ela é obrigada a se mudar da Califórnia para  Connecticut. Mas Amy terá que atravessar o país de uma costa a outra dentro de um carro com Roger, filho de uma amiga da família na qual ela não via há anos. Amy terá que superar todos os seus conflitos nessa grande viagem, e aprender que as vezes sair da rota pode ser muito mais divertido.

O que eu posso dizer? QUERO UMA ROAD TRIP!!!

Sim! Porque cruzar o pais dentro de um carro pode ser o máximo!

Vamos começar assim. Amy esta só e mal, ela ainda não superou a morte de seu pai e largar sua casa para trás não é bem o que ela queria, mas então ela não tem escolha. Agora ela ficara enfurnada com Roger por dias no carro, exatamente quando tudo o que ela não queria era companhia. Toda a rota de viagem havia sido planejada pela mãe de Amy, mas logo Amy e Roger descobrem que se deixar levar pelo clima, ou pelas vontades, pode ser muito mais divertido.

E é ai que nossa história realmente começa, atravessar o país parando nos lugares que tem algum significado para os dois torna a história emocionante. Quando percebi já estava imersa na história. O autor conseguiu me passar todas as sensações ao longo das páginas, com pequenos detalhes como comprovantes de lanches, hotel, bilhetes, fotos do lugares em que os dois passaram e as maravilhosas playlists montadas ao longo do percurso.

E quando digo maravilhosas é porque são maravilhosas mesmo, parei diversas vezes a leitura simplesmente para procurar e ouvir as musicas que eles estavam ouvindo. Ou entrando no google e pesquisando os lugares em que eles passaram. Peguei um mapa dos EUA somente para saber exatamente por onde eles estavam indo. O autor simplesmente aguçou a minha curiosidade durante todo o livro. E isso tenho que dizer foi emocionante!

Se você para e analisa, o livro não é só sobre atravessar o país e conhecer lugares legais. Cada lugar que eles pararam tinham um significado, ou para Amy, ou para Roger. Era uma viagem de superação de medos, de conhecimento de si mesmos e acima de tudo de aprendizado. De aprender a dizer sim e arriscar sem ter medo das consequência. Ver que pelo menos tentaram e não iriam passar a vida inteira se arrependendo.

A cada página vemos como os dois vão evoluindo e superando seus problemas, ri em várias partes, mas também chorei. Senti na pele da Amy, a sua dificuldade de admitir seus medos ou o de Roger que simplesmente não queria admitir a verdade na sua frente.

Passagens memoráveis que só me fez querer ter a minha própria Road trip. Só porque isso não é comum aqui no Brasil… Como a parte que eles estão na interestadual 50, a estrada mais solitária dos EUA, eu simplesmente achei demais e consegui me imaginar lá naquele mansidão de deserto dentro de um carro em linha reta.

Amy & Rogers Epic Detour foi com certeza um dos melhores livros que eu li esse ano. Não se engane pela sinopse oficial do livro. Não é a história de uma menina que se apaixona numa viagem, e MUITO, muito mais que isso.

Livro super indicado!!! 

Nota: 5/5


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Halo de Alexandra Adornetto

HALO_1286073230P

Rolava um grande burburinho no mundo literário sobre mais um lançamento voltado ao mundo adolescente. Dessa vez mais um livro da moda dos anjos chegou as livrarias

Bethany, Ivy e Gabriel são três anjos enviados a terra com uma missão. Eles vão para a pequena cidade de Venus Cove para combater as forças do mal que começar a surgir na cidade. Para isso eles se disfarçam de irmãos. Gabriel como professor da escola local onde Bethany é enviada para estudar.
Tudo parece estar caminhando nos eixos até Bethany apaixonar-se por Xavier Woods, um estudante e humano. Essa paixão proibida pode atrapalhar completamente os planos divinos para a pequena cidade.

O que eu posso dizer do livro? Foram grandes expectativas que eu almejei e que não foram atendidas. Como algumas pessoas viram na minha timeline, terminar de ler Halo foi quase uma tortura para mim e eu só terminei devido a muito esforço e força de vontade.

Quando os três anjos chegam a Terra eles tem uma missão e ai você já imagina que o livro tenha um conflito, bem contra o mal. Todo o objetivo dos três estarem na pacata cidade é combater as forças malignas, que até agora não se manifestaram, cabe a eles esperar a hora certa e agir. Enquanto isso eles tentam viver uma vida quase normal e é Bethany que se vê praticamente como uma humana. Apesar de ser a primeira vez que ela vive no corpo de uma humana ela aprende rápido todas as sensações e passa a viver como eles. 

Até esse ponto do livro não temos nada. Absolutamente nada de interessante acontecendo, apenas os três tentando viver entre as pessoas, aprendendo como elas agem. Mas tudo muda quando Beth conhece Xavier, o popular garoto de sua escola. Apesar de ser proibido nada a impede de se apaixonar por ele. Um sentimento que ela jamais pensou que pudesse sentir nasce e ela começa a viver uma grande história de amor.

Meu ponto é, esse sentimento nasceu do nada, sem nem ao menos conhecer Xavier direito Beth se vê caidinha por ele, uma paixão avassaladora e poderia dizer doentia e obsessiva em algumas partes. As grandes declarações de amor logo surgem, em muito pouco tempo eu digo, e logo Beth já confia 100% em Xavier revelando todo tipo de coisa para ele. Ai eu ouso dizer o livro já estava maçante. Como ele se passa do ponto de vista de Beth, o que vemos em mais de 200 paginas é sua obsessão por sempre estar com Xavier e de viver para ele, respirar com ele. Algo que me desgostou muito ao longo do livro, pois não gosto de personagens que perdem completamente a identidade por causa de um relacionamento. E toda a missão que Beth tem na terra fica esquecida em prol de Xavier, e Beth acaba se tornando aquilo que ela mesma temia, egoísta e só pensando no seu bem estar, que ao longo do livro é basicamente ficar o maior tempo possível perto de Xavier.

A grande missão ao qual os anjos são enviados a Terra é esquecida e sinto que o livro não é sobre um anjo que se apaixona por um humano. No começo Beth até poderia parecer um anjo com o seu jeito de ser, mas ao longo do livro ela simplesmente parecia uma adolescente normal, então na minha opinião se você tirasse o negocio do anjo da história não mudaria muita coisa. Como eu disse o livro é basicamente um romance, Xavier é o protótipo do menino perfeito, só que ele é tão perfeito que dá raiva, do mesmo jeito que Beth vive para ele, ele vive para ela. E romance deles ao longo das paginas é cansativo e acima de tudo muito infantil e inocente. Ao mesmo tempo em que eles afirmam estar apaixonados não consegui sentir isso nas palavras descritas no livro.

Depois de várias páginas, que eu diria de enrolação nas ultimas 100 paginas ,a chegada de um novo aluno coloca os anjos em alerta e tenta dar um pouco de conflito que jamais houve na história. Essa parte que poderia ser muito mais desenvolvida, passou rápido e quando você vê se encaminha para um final que eu não diria decepcionante mas básico, que nem surpreende nem explica diversos fatos.

Infelizmente o casal principal não me cativou nem um pouco, um amor inexplicável e a inocência de Beth por muitas vezes me irritava. Agora Gabriel o irmão de Beth, apesar de seu papel coadjuvante tinha seu brilho e para mim foi um dos personagens mais bem feitos (ele é gato tbm!) da história.

Me queixando apenas do fato que faltou conflito e sobrou amor no livro, uma coisa eu não posso reclamar, Alexandra que escreveu o livro com apenas catorze anos não carece de talento para a escrita. Demonstrou de forma prima a maneira de escrever e detalhar cenas,  é muito comum em autores novos a falta de jeito para fazer cenas descritivas, Alexandra, porém se mostrou expert nisso e não se pode reclamar, o fato é que você consegue se localizar exatamente na cena em que ela esta descrevendo. 

Apesar do enredo de anjos estar na moda, este é o primeiro livro em que esses seres foram retratados da maneira como eu sempre imaginei que eles fossem.Criaturas divinas vindas do céu. A autora soube explorar completamente a crença real que as pessoas possuem de Deus e seus anjos, o céu e o inferno.

Apesar de não ter gostado do livro, indico a você que procura um romance água com açúcar, sem precisar pensar muito e sem esperar uma guerra entre bem e mal.

Nota: 3/5


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Essa Semana …#13 + Meme (Local de Leitura)

Essa Semana...
Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!
 



Leitura do momento:
Halo – Alexandra Adornetto
Amy & Roger’s Epic Detour – Morgan Matson

Li essa semana:
Nada!

Resenhei essa semana:
Nothing!!

Ultima Compra:
Forget You e Going too Far  da Jennifer Echols

Desejo Comprar Urgentemente:
Jogos Vorazes, Jogos Vorazes, Jogos Vorazes!!!
Já avisei pra todo mundo que quero de presente de amigo secreto!Estou participando de dois então... se você é meu amigo secreto e esta lendo isso... fica a dica! ;]²

Conversa imaginária com personagem fictício:
Relendo novamente alguns livros. Diria para Braden de Educating Caroline “Preciso de aulas particulares”

Eu falaria para o autor: 
Meg, minha amada, estou com saudades dos seus livros!! Quando lança um novo??? (Para Meg Cabot, obvio!)²

Estado de Espirito Literário:
Eu juro que preciso de um romance histórico para adoçar a minha vida!!!!

Literary Crush (paixão literária do momento):
Braden – Educating Caroline

♥ Feito da Semana:
Passar em todas as matérias da faculdade sem entrar em colapso mental!
FERIAS!!!!!!!!!!

Queria ver no Brasil:
Ohhh God! Crescendo!!!!

Im in mood for... (gênero literário do momento):
Romance!

Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Going too Far e Forget You! Dentro do prazo again, Livraria Cultura!
Marcadores super fofos que a Julianna do Lost in Chick Lit me mandou. Brigada Ju!




Meme Literário hospedado pelo A Leitora com perguntas quinzenais sobre um assunto ligado ao mundo literárioSaiba mais sobre como funciona e como participar. 

O tema desta quinzena é sobre capa de livro.
#3 – Capa de Livro
1) Você compra o livro pela capa?
2) Você prefere capas de livros com ilustrações ou com fotos?
3) Que capa de livro você acha perfeita? 

Minhas respostas
1) Você compra o livro pela capa?
Simmm! A primeira coisa que me atrai é a capa, principalmente na vitrine da livraria. Depois eu olho a sinopse.
2) Você prefere capas de livros com ilustrações ou com fotos?
Eu prefiro com fotos, acho tão lindo! Principalmente quando é bem feita! As com ilustrações eu acho que deve ser muito bem feita para atrair os leitores certos e com certeza o projeto gráfico tem que ser muito bom!
3) Que capa de livro você acha perfeita?
Ok. Eu amo as capas dos livros da Sarah Dessen, são tão tocantes e sensíveis, assim como as histórias. Também da Jennifer Echols e alguns da Meg Cabot

domingo, 5 de dezembro de 2010

Na minha estante - Dezembro

Finalmente as férias chegaram!!! Aleluia! E com isso meu tempo disponivel volta quase ao normal, mas eu ainda trabalho. Mas sobrará mais tempo para ler, e o número de livros so cresce na estante. Mas depois dessa abstinencia finalmente irei me esbaldar!!!!
Então para dezembro eis a minha listinha, obviamente ela esta sujeita a mudanças.

HALO_1286073230P

Halo – Alexandra Adornetto

o mundo literário foi abalado por esse lançamento, e eu muito ansiosa quis lê-lo. E por isso ganhei ele de amigo secreto da minha amada Natty. Espero que ele não decepcione, já que há varias histórias de anjos rondando por ai.










AMY_AND_ROGERS_EPIC_DETOUR_1274402708P

Amy e Roger’s Epic Detour – Morgan Matson

Vou confessar que mais uma vez quem esta me fazendo ler esse livro é a Giu do Amount of words, eu sempre olho a lista de livros dela, e desse ela falou tão bem no blog dela que eu simplemente fiquei muito curiosa. Então vou ler.









FORGET_YOU__1265832232P

Forget You – Jennifer Echols

Depois de mais de um mês chegaram meus exemplares da Jennifer Echols. Fiquei hiper curiosa pela história e a sinopse me tocou. Fiquei assim “Preciso ler esse livro”, encomendei e opaaaa já chegou!









GOING_TOO_FAR__1251929214P

Going Too Far – Jennifer echols

Porque quando a gente acha que o livro pode ser bom a gente traz logo os dois de uma vez! Uma pena que eu achei o livro tão pequeno, quase um de banca de revista, até me assustei quando peguei.









JOGOS_VORAZES_1274398229P

Jogos Vorazes – Suzanne Collins

Hello??? Eu sou a única pessoa que provavelmente ainda não leu o livro. Então vamos tirar o atraso. Espero realmente ganhar ele de amigo secreto, senão eu mesma irei compra-lo. Não passarei esse ano sem lê-lo.









LINGER_1257606210P

Linger – Magie Stiefvater

Continuação do livro Calafrio, eu comprei ele já faz um tempinho. Quero muito saber o que vai aontecer na série e esperar ansiosamente pelo ultimo.











SPIRIT_BOUND_1254759750P

Spirit Bound – Richelle Mead

Já faz mais de dois meses que eu comprei o livro, mas estou guardando ele para ler ele bem pertinho de quando meu exemplar de Last Sacrifice (o ultimo da série) chegar, o que vai ser só em janeiro. Assim eu tento diminuir a minha ansiedade.


domingo, 28 de novembro de 2010

Essa Semana ... #12 (Meme Literário)

Essa Semana... Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!
Quatro dias e contando para as minhas férias

Leitura do momento:
Com as minhas provas finais da faculdade tive que realmente abandonar os livro por enquanto. Afinal eu estudo e trabalho, que hora que eu vou estudar?


Li essa semana:
Nada de interessante!

Para a faculdade
Macroeconomia - Froyen
Diversos textos sobre a burguesia do Brasil
Listas de estatistica/matemática aplicada contam??? haha
Quem disse que fazer faculdade é fácil???²

Resenhei essa semana:
Sing me to Sleep de Angela Morrison

Não tive tempo para nada essa semana!

Super Posts:
Brincadeira da tag

Ultima Compra:
A lot of Chocolate!



Desejo Comprar Urgentemente:
Jogos Vorazes, Jogos Vorazes, Jogos Vorazes!!!
Já avisei pra todo mundo que quero de presente de amigo secreto!Estou participando de dois então... se você é meu amigo secreto e esta lendo isso... fica a dica! ;]

Conversa imaginária com personagem fictício:
Pra não entrar em estado de desespero eu andei relendo algumas partes de uns livros ai... então:
Jason, querido? Casa comigo? (Jason de Agora e Sempre da Judith McNaught)

Eu falaria para o autor: 
Meg, minha amada, estou com saudades dos seus livros!! Quando lança um novo??? (Para Meg Cabot, obvio!)

Estado de Espirito Literário:
Estou naquela fase da abstinencia, em que estou prestes a ter uma recaída. Uma semana sem ler.

Preciso de Judith na minha vida! Romance, romance!!!!!

Literary Crush (paixão literária do momento):
Michael Moscovitz - O Diário da Princesa

Porque eu andei relendo umas partes ai e fiquei com saudade!


♥ Feito da Semana:
Fazer duas provas sem entrar em colapso!

Queria ver no Brasil:
Amy & Rogers Epic Detour e meus livrinhos da Jeniffer Echols chegando (ainda está no prazo)²

Im in mood for... (gênero literário do momento):
Tópicos economicos. Afinal só ando lendo para a faculdade/1

Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Zero!

Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Filme sobre os criadores do Facebook, quero ver o filme e ler o livro!



sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Brincadeira da Tag

image Essa é uma “Brincadeira de Tag” que a Vivi Fair do Recanto da Chefa inventou, e a Fanny do O Restaurante do fim do universo me passou. Vamos as regras:
1- Você coloca a foto de tagged no post
2- Falar 10 ou mais coisas sobre você (qualquer coisa), 5 ou mais manias (esquisitices) suas, 5 ou mais coisas que te irritam, 5 ou mais coisas que você adora, 5 hobbies seus; 5 coisas que ninguém sabe sobre você; seu maior sonho; seu maior medo; as coisas mais importantes na vida pra você.OBVIAMENTE você não precisa escrever tudo; pode omitir algumas perguntas ou não responder. É uma brincadeira, não uma visita ao psicólogo!
3- Você ‘taggeia’ mais 5 pessoas para participarem da brincadeira!
Então… vamos lá!

10 coisas sobre mim

- Eu nasci numa cidadezinha chamada São José em Santa Catarina
- Vivi sete anos da minha vida em Florianópolis
- Sou técnica em administração de empresas
- Aprendi inglês por absorção
- Eu sou nerd/geek pronto assumi!
- Leio compulsivamente
- Tenho insônia
- Viajo muito antes de dormir
- Eu tenho outro blog

5 manias minhas/esquisitices:

- Eu falo sozinha em inglês
- Tenho imaginação hiperativa
- Adoro assistir programas de casamento e de transformação no Discovery Home and Health
- Adoro ficar sozinha em casa
- Por mais que eu arrume meu quarto ele continua bagunçado

5 coisas que me irritam
- Esperar
- Minha mãe falando quando eu não posso prestar atenção
- Pessoas que pegam emprestado minhas coisas e não devolvem
- Gente sem visão de futuro

5 coisas que eu adoro
- Chocolate
- Me reunir com as amigas
- Comer
- Escrever
- Assistir filmes
- Livros

5 hobbies
- Ler (óbvio)
- Ouvir música
- Comer
- lavar as mãos tenho TOC

5 coisas que ninguém sabe sobre mim
- Eu não estou escrevendo um livro
- Eu quero fazer Doutorado;
- O protótipo de namorado perfeito para mim é o Michael Moscovitz ( O Diário da Princesa)
- Amo os filmes do Disney Channel;
- Eu tenho toda minha vida planejada, com planos A, B, C, D…

Meu maior sonho
Estudar no exterior

Meu maior medo
Não realizar meus sonhos

As coisas mais importantes pra mim
- Minha família,
- Meus amigos,

Estou passando a tag para a Vivi do Bookaholic Princess

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Sing me to Sleep de Angela Morrison

SING_ME_TO_SLEEP_1254331793P

“Sing it for me Beth”
[…]
“Sing me to Sleep”
Pág. 292

Qualquer coisa que eu escreva nessa resenha não vai chegar nem perto do que eu senti lendo esse livro. Dois dias depois de ter terminado de ler, cada vez que eu lembro do livro me vem lágrimas aos olhos e um sentimento de tristeza e abandono.

Beth sempre foi a feia da escola. Conhecida com The Beasty, com seu tamanho, diversas espinhas e grandes óculos no rosto. Ela só tem um amigo, Scott, que está sempre lá quando ela precisa.
Sua vida era uma tristeza, até o dia em que ela consegue ser a solista do Coral Bliss Youth. A partir desse dia ocorre a grande transformação da vida de Beth, com a ajuda das meninas do coral, Beth não é mais a Fera, agora ela esta bonita e pronta para ir a Suíça numa competição de Corais. E é lá que ela conhece o doce e misterioso Derek, do Coral Amabile Boys, a partir daí surge uma paixão avassaladora e desenfreada que mudará para sempre a vida de Beth.

Só de escrever essa resenha e lembrar de cada parte importante do livro, já me sinto quebrada em vários pedacinhos. Nada que eu escrever vai realmente mostrar o que eu estou sentindo nesse momento. Eu terminei de ler o livro de madrugada, morrendo de sono e mesmo assim não consegui dormir, a história ficou virando e virando na minha cabeça, e realmente acho que nunca mais sairá. Só de contar a história para a minha mãe para as minhas amigas, lágrimas vinham aos meus olhos. Agora você já deve ter uma idéia porque eu não gosto de ler livros tristes. A realidade já é triste e se for pra ler, quero ler algo que me deixe para cima e feliz.

Lendo isso você provavelmente já sabe que Sing me To Sleep é um livro triste. Lindo, mas triste.

Beth, nunca foi bonita. Nunca foi notada, a não ser quando era vitima de bullying na escola. Com seu tamanho, suas espinhas e grandes óculos ela só tem um amigo Scott. Ela sabe que não é bonita, por isso sua alto estima esta lá embaixo. A única coisa bonita nela é sua voz, ela é linda. (Obviamente eu não ouvi, mas eu pude sentir pelas palavras em cada música que ela cantava). A grande oportunidade de sua vida aparece quando ela consegue ser a solista de seu coral Bliss Youth. Agora ela terá a grande oportunidade de cantar para o mundo inteiro numa grande competição entre Corais (Olimpíadas), para isso todas as meninas do Coral se unem para fazer uma grande transformação em Beth.

Eu amei essa parte do livro, uma espécie de esquadrão da moda + mude meu look, eu imaginei todos aqueles programas de mudanças que tem na tv a cabo. Depois dessa transformação Beth definitivamente é outra pessoa por fora. Agora ela é linda. Isso com certeza foi ótimo para ela, já que ela sempre teve baixa alto estima e agora ela é digna de qualquer menino, mesmo que ela não saiba disso.

Vou dizer que depois do sucesso da Série Glee que é sobre alunos de um coral do colégio eu já acreditava que podia ser legal e esse livro só serviu para confirmar que Coral is amazing!

Com as malas prontas e uma bela música para cantar, Beth embarca para Suíça para a grande competição de corais. Chegando lá ela conhece o lindo Derek que canta no super badalado Amabile Boys (que existe de verdade!), que começa a “paquerar” ela, Beth não acredita que alguém como Derek possa gostar dela, afinal mesmo estando bonita, por dentro ela ainda se sente feia. Mas a paixão que começa a surgir dentro dela é muito maior que qualquer medo que ela possa ter. Os dias que eles passam na Suíça em meio a competição é um sonho, a cada dia Beth se vê mais e mais apaixonada, curtindo cada dia como se fosse o ultimo. Quando ela esta para voltar para casa surge a promessa. Que essa paixão não morreria na Suíça.

Quando volta para os EUA, Beth se vê com outro problema, Scott. Ele se declara para ela, mas para Beth já é tarde demais o seu coração já é de Derek. Vou me expressar aqui dizendo que se houve um personagem que eu amei durante todo o livro foi o Scott, ele não mudou ele sempre estava lá para o que Beth precisasse, mesmo quando ela machucava ele com suas palavras, ele esteve lá até o fim e apesar de tudo desde o começo do livro eu torci por ele. Afinal de contas ele foi o único que realmente viu quem a Beth era antes de ser bonita.

Enfim, ao voltar para casa Beth tenta ao máximo que pode se encontrar com Derek. E isso se torna muitas vezes difícil, com alguns encontros e muita paixão rolando Beth fica mais e mais obcecada por Derek. Intrigada também, pois por vezes Derek some durante semanas sem dar noticias ou sinal de vida. Para não perder ele ela acaba por passar por cima dessas mancadas dele. Mas o que será que ele não esta contando para ela??

Vou abrir um parênteses aqui e dizer que quando cheguei nessa parte do livro pensei realmente em abandona-lo, não conseguia ler estava chato, Beth estava tão obsessiva e obcecada por Derek que a história simplesmente não rolava, ela só pensava nele e nele. Nada em sua vida tinha mais espaço além de Derek, surgiam idéias loucas e meio psico na cabeça dela, tudo para ficar com Derek. Aqui o livro e Beth perderam um pouco da personalidade. E a paixão que surgia dos dois era tão inexplicável, surgiu assim do nada, e me lembrou outro livro que eu li lê-se Crepúsculo aqui, já viu paixão mais nada a ver? E Derek também as vezes era tão obsessivo e sua necessidade de ter a Beth por perto era tão desesperadora que me dava medo.

Mas eu tive muita força de vontade e depois de um sábado de estudos eu voltei a pegar o livro de noite decidida a lê-lo até o fim. E vou dizer que não me arrependi, valeu cada minuto pelas horas de sono perdidas.

Beth esta decidida a descobrir o que Derek esconde dela (até que ela demorou para fazer isso, eu já teria perseguido ele pra descobrir a louca, não contem isso pro meu futuro namorado). E quando ela descobre… OMG!

Contar mais do que isso seria spoiler, mesmo não tendo me conquistado tanto quanto o Scott, não tinha como não torcer pelo Derek. Eu sofri cada minuto das ultimas páginas do livro.  Terminei o livro e continuava chorando. 

Não me lembro de um livro ter me tocado tanto isso é porque eu não li Nicolas Sparks e suas tragédias e nem pretendo ler. O livro é forte e sensível ao mesmo tempo. É uma história de amor e de superação. Autoconhecimento. Tudo isso nas belas páginas que eu li e que chorei.

Para deixar situada, o livro meio que foi baseado numa história real. O coral que o Derek canta no livro realmente existe o Amabile Boys e outras coisas do coral também foram inspiradas, mas eu não posso contar para não estragar a surpresa.

Outros livros da Angela Morrison
- Taken by Storm
- Unbroken Connection

Super indico o livro a vocês. Aqui em baixo a música que  no livro o Derek escreve para a Beth ela é linda e só de ouvir já fiquei tocada. E mais em baixo o book trailer. E ainda mais embaixo os participantes do Book Tour que foi organizado pelo Psychobooks (Obrigado Mari pela oportunidade!). Hoje já postei o livro para a Juliana do Lost in Chick Lit.



Book Tour

singtour (2) Psychobooks - Resenha
Aprendiz de Cinema  - Resenha
The Bookaholic GirlsResenha
Obsessão Literária
Lost in Chick-Lit
Muito Pouco Crítica


 

domingo, 21 de novembro de 2010

Essa Semana... #11 (Meme Literário)

Essa Semana... Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!


Semana super parada, e a proxima será ainda mais. 11 dias e contando para as minhas férias


Leitura do momento:
Nothing!!! Provas finais começando essa semana, é hora de deixar os livros de lado e estudar um pouco. Livros agora só em dezembro!

Li essa semana:
Sing me to Sleep - Angela Morrison

Para a faculdade
Macroeconomia - Froyen
Diversos textos sobre a burguesia do Brasil
Listas de estatistica/matemática aplicada contam??? haha
Quem disse que fazer faculdade é fácil???

Resenhei essa semana:
Nada =o

Não tive tempo para nada essa semana!

Super Posts:
 Como eu tenho outro blog, vou aproveitar para colocar o que escrevi essa semana
Harry Potter: o começo do fim

Ultima Compra:
Muita aspirina e Atroveran!

Belissima - Nora Roberts, presente de niver para a minha cunhada, mas eu vou acabar lendo ele do mesmo jeito então vale.

Desejo Comprar Urgentemente:
Jogos Vorazes, Jogos Vorazes, Jogos Vorazes!!!
Já avisei pra todo mundo que quero de presente de amigo secreto!

Conversa imaginária com personagem fictício:
Ah Beth! estou contigo nessa! (Beth de Sing me to Sleep)

Eu falaria para o autor:  
"Você tem a minima noção do quanto me fez sofrer noite passada quando eu terminei de ler o seu livro??? Acho que nunca mais vou me recuperar!" (Para Angela Morrinson de Sing me to Sleep)


Estado de Espirito Literário:
Sad, really Sad. O ultimo livro antes das minhas provas e me deixou com o estado de espirito o mais sombrio possivel.

Necessito, muito de livros felizes com personagens e histórias divertidas e gostosas de ler.

Literary Crush (paixão literária do momento):
Scott - Sing me to Sleep


♥ Feito da Semana:
Consegui almoçar todos os dias essa semana antes de ir para o trabalho. Estudar tudo o que eu tinha planejado no sábado e hoje!

Queria ver no Brasil:
Amy & Rogers Epic Detour e meus livrinhos da Jeniffer Echols chegando (ainda está no prazo)

Im in mood for... (gênero literário do momento):
YA

Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Zero!

Super Quote:
"You sing me to sleep" - Derek para Beth de Sing me to Sleep, essa frase resume tudo o que o livro é.


domingo, 14 de novembro de 2010

Essa Semana ... #10 (Meme Literário)


Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!


Semana super parada...

Leitura do momento:
Sing me to Sleep - Angela Morrison (Ainda bem que ele chegou antes de começar as minhas finais, assim posso ler ele com carinho!)

Li essa semana:
This Lullaby - Sarah Dessen

Resenhei essa semana:
This Lullaby de Sarah Dessen

Super Posts:
Meme Literário - Local de leitura

Ultima Compra:
Não resisti a essa semana!
Sem clima para o amor e Sempre ao seu lado da Rachel Gibson que eu já li mas não tinha ainda!

Desejo Comprar Urgentemente:
Jogos Vorazes, as pessoas falam tão bem que eu estou ficando curiosa. (4)
E desejosa também pelo box da série, muito lindo que eu vi no Garota que lê.

Conversa imaginária com personagem fictício:
Dexter, toca pra mim??? ♥

Eu falaria para o autor: 
Eu amo a realidade, e adoro seus livros, mas eu queria só um finalzinho cliche para completar a minha semana! - Para Sarah Dessen

Estado de Espirito Literário:
Quero um romance, com um personagem masculino maravilhoso que me faça se apaixonar por ele. Tipo aqueles homens arrogantes do romances da Judith McNaught. Junto com isso pode ter uma história de amor arrebatadora na qual eu sofra durante o livro mas fique muito feliz com um belo felizes para sempre. Isso quer dizer que estou necessitando de Judith na minha estante!

Literary Crush (paixão literária do momento):
Dexter??? Você é um dos meninos mais fofos que eu ja conheci (ops! li!), o jeitinho atrapalhado de ser dele me conquistou.

Queria ver no Brasil:
Os meus exemplares de  Forget You e Going too far que eu  encomendei chegando aqui em casa rapidinho!

Im in mood for... (gênero literário do momento):
YA Books, mas por favor quero finais felizes!

Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Sempre ao seu lado - Rachel Gibson
Sem clima para o amor - Rachel Gibson
Super marcadores que eu ganhei numa promo da Etiene do blog Aprendiz de Cinema

Marcadores superfofos que a @etiene21 me mandou. Ameiii eles!... on Twitpic

Sing me to Sleep - Angela Morrison do Book Tour organizado pelo Psychobooks

Chegou de surpresa! Sing me to sleep do book tour do @psychob... on Twitpic

Super Quote:


"Now, Dexter sat as close to me as I could remenber him being. It semeed like this day could go in so many directions, like a spiderweb shooting out toward endless possibilities. Whenever you made a choice, especially one you'd been resisting, it always affected everithing else, some in big ways, like a tremor beneath your feet, others in so tiny a shift you hardly noticed a change at all. But it was happening"


♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):


O meu irmão me mostrou hoje de manhã, eu não costumo ver o Pânico, mas esse video do Zé Povilho no Jô Soares é muito bom. Ri muito com a entrevista dele.

sábado, 13 de novembro de 2010

Meme Literário – Local de leitura

memeliterario_rosaescuro
Meme Literário hospedado pelo A Leitora com perguntas quinzenais sobre um assunto ligado ao mundo literárioSaiba mais sobre como funciona e como participar.
O tema desta quinzena é sobre o local onde você lê seu livro.
#2 – Local de leitura
1) Onde você costuma ler seus livros?
2) Você se preocupa com a iluminação do local?
3) Você se preocupa com a posição que fica ao ler?
4) Música ou qualquer outro som atrapalha sua leitura?
Minhas respostas
1) Onde você costuma ler seus livros?
Como eu passo boa parte do meu dia no ônibus, sendo indo para a faculdade, seja indo ou voltando do trabalho eu leio muito dentro do ônibus, afinal são quatro horas que poderiam ser perdidas do meu dia. Eu também leio na faculdade quando a aula tá muito chata que feio! não façam isso! e em casa na cama antes de dormir.

2) Você se preocupa com a iluminação do local?
Mais ou menos, como eu leio em diferentes lugares, só me preocupa quando eu passo muito tempo lendo num mesmo local. Assim eu uso óculos, no ônibus de sol quando estou indo para o trabalho, mas quando volto para casa de noite a iluminação é pior, mas mesmo mais escurinho eu acabo lendo por isso estou acabando com a minha visão e o grau do meus óculos só aumentam. E em casa a iluminaão é bem melhor. Tenho uma luminária ao lado da cama.

3) Você se preocupa com a posição que fica ao ler?
Eu nem reparo muito, só quando começa a me incomodar mesmo, tipo uma dor nas costar por ficar muito tempo na mesma posição. Me incomodava muito mais quando eu costumava ler madrugada adentro, mas não tenho mais tempo para isso.

4) Música ou qualquer outro som atrapalha sua leitura?

Nãoo de jeito nenhum, na verdade eu costumo ler ouvindo musica, principalmente quando eu estou no onibus. As vezes nem percebo que já ouvi um monte de músicas de tão concentrada que fico no livro. E o que é mais estranho é que mesmo sem prestar atenção nas músicas eu acabo associando algumas aos livros, porque quando eu estava lendo o livro a musica estava tocando no momento, é uma coisa muito estranha. Por exemplo eu sempre associo a música Quiet da Demi Lovato ao livro Something Wonderful da Judith McNaught, mas quando eu estava lendo ele nem reparei na músca, mas toda vez que escuto a músico lembro de uma passagem especifica do livro.

This Lullaby de Sarah Dessen

THIS_LULLABY_1237924452P

Sarah, minha querida, porque tens que escrever livros tão realistas? Porque cada vez que eu leio um livro seu, eu paro para repensar os valores da minha vida?

Quando eu comprei This Lullaby, achei novamente que ia ser mais um YA Book, principalmente depois de ler a sinopse. E também porque esse foi o primeiro livro que a Sarah lançou, então talvez pensei que no começo ela só escrevia livros “comuns”.

Remy esta vendo sua mãe se casar pela quinta vez, e definitivamente não acredita no amor. Depois de ver os sucessivos fracassos de sua mãe Remy tem certeza que o amor só faz sofrer e que não vale a pena se apaixonar. Os planos de Remy estão indo bem nas suas ultimas férias antes de entrar na faculdade, até que Dexter aparece em sua vida. Ele é tudo o que ela não desejava, inclusive integrante de uma banda (como o pai de Remy, que ela nunca chegou a conhecer). Agora como ela vai agir com o imprevisível?

Se você pensou assim como eu logo que leu a sinopse. “Ela vai conhecer o menino e vai se apaixonar e viver feliz para sempre”, esta muito enganado. Como sempre Sarah escreveu um livro muito mais complexo do que realmente parece quando se começa ler as primeiras páginas do livro.

Falando em primeiras páginas, o livro demora um pouco a andar, para mim pelo menos só começou quando a Remy e o Dexter começam a se ver. Remy, é uma personagem complexa, tudo o que ela faz tem uma razão mais profunda, vinda de seu passado e de seus exemplos ao longo da vida. E quando essas coisas do passado de Remy vem a tona, é que descobrimos porque ela é assim tão cética quanto ao amor. 

A vida de Remy e seus relacionamentos sempre estiveram ao seu controle, quando ela achava que um namoro estava ficando sério demais, ela simplesmente pulava fora, e fez isso durante anos. Quando Dexter apare com seu jeitinho meigo muito fofo descontraído e impulsivo de ser ela não sabe como agir. Principalmente quando ela tem certeza que ele esta perseguindo ela. Mas ao fim, por que não viver um ultimo relacionamento de verão antes de enfim entrar na faculdade?

A resposta temos ao longo das mais de trezentas páginas do livro. Se pudesse, classificaria ao livro e a leitura, ao mesmo tempo doce e sensível, assim como complexo e com enredo totalmente inesperado. Jamais esperei pelo final que ocorreu, realmente pensei que seria como disse no começo do texto, um felizes para sempre.


Atenção aos personagens secundários, como as melhores amigas de Remy, a banda de Dexter e a familia de Remy. E principalmente a mãe de Remy, que ao mesmo tempo parece uma mãe desleixada e que as vezes não liga para a filha e somente para seu trabalho (ela é escritora), mas outras vezes com uma palavra ou pequenos gestos mostra que esta lá para o que der e vier.


Sarah Dessen mais uma vez me surpreendeu e tocou meu coração com uma história não de amor, mas de superação dos próprios medos.

Nota: 5/5
Nível de Inglês: intermediário
assinatura

domingo, 7 de novembro de 2010

Essa Semana … #9 (Meme Literário)

Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em participar? Saiba como aqui!


Oláaa! De volta com mais um meme, do Lost. Essa semana até que foi proveitosa, mas as minhas provas já estão chegando e eu não quero deixarpra estudar na ultima hora. Então vou diminuir o ritmo.

Leitura do momento:
This Lullaby – Sarah Dessen

Li essa semana:
The further observations of Lady Whistledown - Julia Quinn
Where is my hero? - Julia Quinn e outras autoras
To catch an heiress - Julia Quinn
Nothing Like you  - Lauren Strasnick

Resenhei essa semana:
To catch an heiress de Julia Quinn
Nothing Like you  de Lauren Strasnick

Super Posts:
Book Tour de Nothing Like You

Ultima Compra:
Eu realmente me segurei muito e não comprei nada dessa vez!

Desejo Comprar Urgentemente:
Jogos Vorazes, as pessoas falam tão bem que eu estou ficando curiosa. (³)
E desejosa também pelo box da série, muito lindo que eu vi no Garota que lê.

Conversa imaginária com personagem fictício:
Ohhhh Holly, porque voce faz tanta burrada ao mesmo tempo??? – Holly de Nothing like You

Eu falaria para o autor: 
Saudades de bons romances, apaixonantes e históricos. Julia, continue escrevendo para que voce possa salvar meus feriados. – Para Julia Quinn

Estado de Espirito Literário:
Fala sério! Eu amo ler séries, mas acho que os autores andam abusando! Não que eu não vou ler, mas cade aqueles livros gostosos de ler que quando voce chega na ultima página sabe que ele realmente acabou? 98% dos livros que eu ando lendo tem continuação, isso tá me estressando, principalmente porque as continuações demoram a sair.

Literary Crush (paixão literária do momento):
Pode ser ódio literario??? hahaha O Paul de Nothing like you quero matar ele
Semana parada de paixões, mas o Dexter de This Lullaby, falou tres frases e já me conquistou! Adoro meninos de atitude!

Queria ver no Brasil:
Continuações de séries já lançadas, traduzidas rapidamente para eu não ter que encomendar o livro e esperar seis semanas para ele chegar. Ex: Torment (again), Crescendo, e um novo livro para lista Amy and Roger’s epic Tour (fiquei com vontade de ler depois de ler a resenha dele milhares de vezes no Amount of Words)

Im in mood for... (gênero literário do momento):
YA Books

Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Nothing Like You, do Book Tour organizado pelo blog Psychobooks

Super Quote:
Ahhhh! Esse mês estréia HP7 Ohhhh!!! Ansiosa para ver!



 

sábado, 6 de novembro de 2010

Nothing Like You de Lauren Strasnick

NOTHING_LIKE_YOU__1274544825P
Resenha do primeiro book tour que o blog esta participando. Vou começar dizendo que ao mesmo tempo em que eu gostei do livro, eu também o odiei. Que contraste! Eu chorei e fiquei muito mal depois que eu li ele. Simplesmente porque comecei a lê-lo num dia errado, o que talvez tenha mudado toda a minha visão da história.

Holly esperava que sua primeira vez fosse especial, e não no banco traseiro de um BMW cheirando a cigarros. O pior é que o cara, Paul, tem uma namorada popular que está na classe de Holly, e inesperadamente elas ficam amigas. E ainda por cima tem o Nills, que vem segurando a barra de Holly desde que a mãe dela morreu, há 6 meses, mas que agora só pula de galho em galho. Quando as coisas começam a ficar sérias, ela vai ter que tomar decisões que afetarão todos à sua volta.
*Sinopse da Mari do Psychobooks.

Quando eu comecei o livro, achei que ele ia ser o tipo cliche, mas avançando as páginas percebi que ele era muito mais sério do que um YA book qualquer, mais profundo e com muito mais sentimento.

Eu disse que amei e ao mesmo tempo odiei o livro. Isso aconteceu porque para mim a Holly apresentou duas facetas.

Por que eu amei?

Holly perdeu sua mãe a pouco tempo, vitima de um câncer, ela esta fragilizada e isolada do mundo. Sua vida esta uma grande página em branco, afinal de contas perder alguém tão importante não é nada fácil. Eu gostei dessa faceta confusa de Holly, porque eu me identifiquei muito com ela. Coincidentemente, eu comecei a ler o livro exatamente no dia em que fazia três anos que meu pai havia morrido. Então vocês podem imaginar que eu entendi completamente o sentimento de abandono e saudades que ela demonstrou em várias partes do livro. É muito difícil superar a morte, e por mais que ela tente ela não consegue. E grande parte de seus problemas começaram após a tragédia. Sua busca por qualquer sinal de sua mãe só demonstra o quão só ela se sente. As parte do livro em que ela lembrava de sua mãe, só me deixava mais e mais triste. Logicamente que a perda de alguém não justifica todos os atos de uma pessoa, mas é responsável pela sua perda de senso de certo e errado. 

Uma frase que eu amei e reprentou tudo o que eu sentia na hora que eu estava lendo.
I do get sad” I stood, dusting some dirt off my butt. “Just because you don’t see it doesn’t mean it isn’t there”
Para começar ela ela passa noite com Paul, um garoto super bonito que ela é afim, não foi nada do que ela imaginava e ela volta para casa disposta a esquecer isso. Principalmente porque Paul tem uma namorada. Mas que surpresa quando no dia seguinte Paul volta a procura-la. E agora o que fazer? As coisas pioram quando Holly conhece a namorada de Paul, Saskia, e descobre que ela não tão chata quanto parecia antes. O que a deixa ainda mais confusa. e seu melhor amigo Neil que simplesmente pula de relacionamento em relacionamento.

Holly esta no Senior Year (O ultimo colegial aqui no Brasil), então ela esta se preparando para a faculdade. Ou não? Depois da morte de sua mãe fica muito mais difícil tomar as decisões para o futuro. O que fazer com sua vida agora.

Talvez o grande triunfo do livro é sobre como tomar decisões para o futuro. Ser forte e fazer o que as vezes é o mais dificil, não que Holly faça tudo isso.

Por que eu odiei?

O começo da leitura foi bem parada, alô Lauren?, tomar cuidado com isso!!! Na verdade eu senti que no livro faltou um conflito maior, mas talvez eu esteja mal acostumada. A história também me lembrou um pouco da Sarah Dessen (pelo menos o único livro dela que eu li), na qual temos muito mais o emocional, o conflito interno do que um externo. Mas realmente eu passei metade do livro querendo bater na Holly! Tudo bem que ela esta confusa, mas as vezes ela é muito imatura o que tornou sua vida um pouco mais difícil. E o que falar de Paul?? Nunca pensei que eu fosse odiar tanto um personagem masculino, mas eu simplesmente queria mata-lo cruelmente com minhas mãos (Instinto assassino!), o típico homem que não presta e que nem vale a pena você dar uma segunda olhada.
O final do livro não é surpreendente, nada de felizes para sempre. Muito realista (Me lembrou da Sarah de novo!), e se encaminha para um recomeço.

I knew there was another person to consider. I knew he loved her and not me. But is was my life and my bed and I wanted to feel. If I die tomorrow, I thought, at least. I’ll die knowing I felt something real” pg 56


NINGUEM_COMO_VOCE_1285472661P“Eu sabia que havia outra pessoa a considerar. Eu sabia que ele amava ela e não a mim. Mas é a minha vida e a minha cama e eu queria sentir. Se eu morrer amanhã, eu pensei que, pelo menos. Eu vou morrer sabendo que eu senti algo real
Nota: 4/5

Para que não lê em inglês, o livro já fio traduzido e lançado com o titulo de Ninguém como você.

book tour:



    Related Posts with Thumbnails